domingo, 28 de fevereiro de 2010

Ninguém te ama como eu



Eu não sabia de onde brotara aquela vontade imensa sem nenhuma explicação racional, apenas estava eu ali de pé mas com todos os motivos para estar de joelhos. Olhava para aquele rosto simples e de olhos bonsosos que se dirigiam aos meus, e cantava em coro com todas aquelas outras pessoas: "Piedade Senhor, piedade Senhor, piedade de mim", sentindo o real peso de cada uma daquelas palavras como pedras lançadas no meu peito. Eu ali, naquela igreja, pedindo perdão para o homem mais santo do mundo. Eu, uma simples garota que tanto erra e falha diante do maior homem que já existiu no mundo. Contive minhas lágrimas e minha vontade de me ajoelhar diante da imagem de Jesus, e pedia que saísse de mim todo o peso dos meus erros que me trancava a garganta e me fazia querer mudar completamente. Tive fé. Acreditei que aqueles olhos de quem tanto sofrera entenderia o que eu sofri. É difícil falar de Deus em um mundo aonde o principal interesse é o dinheiro. Ter fé pode ser considerado ser corajoso demais. Falar do que realmente importa pode ser perigoso. Perigoso para uma vida social e para ganhar adjetivos como "careta" ou "fanático religioso". Mas, é preciso falar a verdade dentre todas as complicações de se ter fé nesse cara que mora lá em cima: a partir do momento em que você realmente o conhece, em que você retribui uma pequena parcela do amor que ele tem por você, você nunca mais será o mesmo. Um momento com a cabeça longe do mundo, um instante focado apenas em Jesus, e sua vida toda pode mudar, basta dar essa chance à Ele. Esqueça de tudo, esqueça dos problemas, concentre seus pensamentos em entender tudo o que Deus faz na sua vida e todas as coisas boas que ele já te deu. Você passa a valorizar pequenas coisas, momentos em família, seus pais, sua família, o prazer de ter amigos, ou uma comida na mesa e cama quentinha pra dormir. Tudo vem aos poucos, Deus sabe que a gente não aguenta um baque de uma vez só; a simplicidade e humildade demoram a crescer no peito da gente e exigem um árduo cultivo. Faz-se necessário aceitar, ajudar, compreender e a tarefa que é a mais importante, e que é a mais bonita que Deus poderia nos dar: AMAR. Amar com todas as letras, amar com o coração e a alma, amar com tudo dentro e de trás pra frente. Como amar? Simples: um abraço, uma palavra amiga, uma ajuda, um carinho. Para amar é necessário se doar, um pedacinho nosso em cada gesto de amor. Porém, ao contrário da maioria das doações, esta não nos faz faltar nada: acumula tudo em dobro dentro do peito da gente. Há um tempo eu havia deixado de lado Jesus, Deus, igreja, e mudei minha cabeça pro mundo. Parei de pensar nisso tudo e apenas deixei ser, me tornei 'normal'. Acontece que ser normal é a coisa mais babaca que poderia acontecer, ser comum é não ser. Então lá estava eu, parada naquela igreja, cantando com um aperto no peito, pedindo perdão com a maior humildade que a minha humanidade poderia oferecer. Descobri o amor daquele que mais me amou no mundo todo, que mais me ama e que sempre vai estar de braços abertos para mim. Não importa o quanto eu erre, todos os dias Jesus estará me esperando de braços abertos, esperando pelo NOSSO momento, que ninguém tira. E isso me move, me cativa, me transforma. Porque, afinal, quantas pessoas que você conhece morreriam numa cruz por você? Aceitariam morrer sofrendo por cada segundo pra que você vivesse? Eu só conheço esse cara, o mais maneiro e amoroso do mundo, que só espera pela inha resposta dia após dia. O único pedido d'Ele, afinal, é que eu mostre um pouco do seu amor pro mundo, então aqui estou eu. Estou enfrentando críticas, apelidinhos bestas, tapas na cara e ofensas, pela minha fé e pelo que eu acredito de verdade. Num mundo consumista, onde a marca que você usa importa mais do que quem você é, eu defendo com unhas e dentes o que realmente importa: o amor de Deus em mim, que está também em você.

Clarissa M. Lamega

1 comentários:

Auxiliadora Xavier disse...

Clarissa você não sabe o quanto fiquei feliz ao ler essa sua postagem. Sim, o amor de Deus por nós é imenso, incondicional. As pessoas geralmente não agradecem à Deus por suas conquistas, acreditam que conseguiram-nas por seu próprios esforços. Mas quando surge o primeiro problema, por menor que seja, culpam Deus pelo ocorrido. Que Deus lhe proteja em todas as áreas de sua vida.

Postar um comentário

 
Só enquanto eu respirar. Design by Exotic Mommie. Illustraion By DaPino