sábado, 13 de fevereiro de 2010

A fórmula do amor

Há anos atrás,muitos antes de eu nascer, muitos estudiosos criaram as leis da física, que são seguidas e admiradas até hoje. Para conseguir tal feito, foram realizados vários experimentos que comprovassem as teorias. Me veio um pensamento, então, de que os experimentos não foram bem observados, e estão errados. Mas como eu sei mais que esses grandes homens que receberam tantos prêmios e foram homenageados por todos esses anos na história? Simples: com meus próprios experimentos. Como explicar a atração gravitacional que a sua presença exerce sobre o meu corpo, garoto? Diz a lei que apenas os planetas possuem um poder tão grande, mas eu duvido. Quando você chega perto de mim é quase impossível segurar minhas pernas no lugar, que tremem ansiosamente para caminhar na sua direção. Mas não é só a física que não funciona bem por aqui. A matemática falha e erra tantas vezes, porque se somarmos um mais um (eu mais você) o resultado sempre acaba em um. Então eu apago, tento novamente, e a resposta se repete e me confunde ainda mais. Nossa soma, mesmo tão imperfeita nas regras do mundo, nas minhas contas resulta em certeza absoluta. Amor absoluto.
E o tempo, então? Ahh, o tempo. Quem foi que disse para o Cazuza que o tempo não pára? Eu sinto parar, e eu sei que pára. O tempo pára quando eu sinto o seu cheiro em qualquer canto na rua, quando você me aperta forte nos seus braços. Tudo pára quando você me diz com o olhar tão sereno o quanto me ama, e que não consegue ficar longe de mim. Os segundos são paralisados quando meu celular toca e eu penso que é você, ou quando escuto sua voz baixinha no pé do meu ouvido. O tempo pára toda vez que você pega minha mão, quando te sinto perto mesmo estando longe. O mundo todo pára quando você me envolve e respira forte na minha nuca, e quando você me aconchega no seu ombro. Os segundos voam no meio das nossas risadas, e seguem lentos longe da sua presença.
Na química, é impossível entender o por quê a mistura dos nossos elementos não consta em nenhum canto da tabela periódica. Eu acredito e confio, que nossa substância ainda não foi descoberta, não foi criada, e que nós somos os criadores. Talvez, uma lei esteja certa entre nós: os opostos se atraem, com toda a certeza do que eu sinto e experimentei. No fundo, somos todos cientistas buscando explicações. Mas uma coisa eu digo: quem diz que todas essas leis e experimentos citados estão certos, é porque ainda não viu o nosso experimento. Ainda não conseguiu decobrir a fórmula do nosso amor.


Clarissa M. Lamega

4 comentários:

Douglas Lenon disse...

aaaaaah *-* ficou tri lindo, me apaixonei pelo texto, escrevemos a lot beijos kkkk ♥

Clarissa M. Lamega disse...

hahaha, valeu amigo *-* sua última frase é totalmente verdade (L)

Lara disse...

lindo *-*
adoro o que vc escreve :D
beijos

Auxiliadora Xavier disse...

Que lindo! tudo faz sentido.

Postar um comentário

 
Só enquanto eu respirar. Design by Exotic Mommie. Illustraion By DaPino