quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Be the difference


É difícil, e é perigoso. Quer dizer, o que seus amigos vão achar disso? O que as pessoas vão comentar sobre você? É, eu sei. Não é fácil tentar melhorar o mundo. Mas também não é impossível, veja bem, é mais difícil encarar o que a sociedade vai dizer, o que seus amigos vão achar do que agir propriamente dizendo. Vou simplificar as coisas: queremos fazer, mas não fazemos por sentir medo do julgamento alheio. Eu não posso, de maneira alguma, confessar que participo de um grupo da minha igreja, porque imagine o que vão dizer de mim?
É bem mais fácil se acostumar com a idéia do impossível. Impossível dar um pouco de amor a um desconhecido, impossível fazer alguma mudança nesse mundo tão trágico e ferido aonde vivemos, é impossível fazer a diferença. É o que gostamos de pensar, pelo menos. E isso é pura ilusão, porque eu já presenciei pequenos gestos que acabam me fazendo pensar o quanto aquilo é importante. Uma vez eu fui comer espetinhos com minha família e um amigo, muito querido. Quando de repente, entra pela porta do local um homem triste e mal vestido, sujo por morar nas ruas da cidade. Sem pensar duas vezes, meu amigo pegou algumas moedas e pediu para o garçom dar espetinhos para aquele homem, que de tão surpreso e contente agradecia sem parar e tinha seus olhos brilhando. Foi um ato simples, e ao mesmo tempo tão maravilhoso! Então me diga como que o mundo não tem jeito? Distribuir gentilezas, ajudar, sem pensar no que vão falar de você, isso te torna uma pessoa digna de um segundo olhar.
Experimente sair pelas ruas distribuindo abraços grátis. Sabe-se quantas pessoas você pode ajudar, alguém que naquele dia estava triste, sofreu uma perda, e que um abraço de um desconhecido pode despertar um pinguinho de esperança. Não tenha vergonha, eu já fiz isso, e senti tanto orgulho que nenhuma exibição pros meu amigos me acharem o máximo compraria aquilo. Faça a diferença, num mundo tão perdido, seja alguém que ilumina. Be the difference, SEJA a diferença.

Clarissa M. Lamega




2 comentários:

Camila P. disse...

Olá minha amiga! Com certeza ser diferente, e fazer a diferença podem ganhar o dia, e sorrisos, abraços, felicidades. Continue com as epifanias, essas inspirações boas, e que nos emocionam. Te sigo agora, e desejo muita luz! Beijoca

Clarissa M. Lamega disse...

muito obrigada mesmo *-* agradeço tuas palavras e seus bons sentimentos!

Postar um comentário

 
Só enquanto eu respirar. Design by Exotic Mommie. Illustraion By DaPino